Katarzyna Smolarek vence V Festival Internacional de Guitarra de Amarante

29

A polaca Katarzyna Smolarek, que começou a estudar guitarra aos 8 anos e nascida em 1995, é a grande vencedora da V Edição do Festival Internacional de Guitarra de Amarante. Recorde-se que o valor do prémio é de 5 mil euros. Nas redes sociais, a guitarrista fez questão de anunciar: “passei um momento fantástico nesta linda cidade e mal posso esperar para voltar no próximo ano para tocar um concerto. Adorei!”. À semelhança dos anos anteriores, o vencedor da principal categoria, a F, fará a abertura da VI edição do FIG-Amarante.

O português João Robim Rocha conquistou o segundo lugar, enquanto a romena Ana Iordache ficou em terceiro lugar. A cerimónia de entrega de prémios teve lugar a 6 de julho, o dia de encerramento do Festival que este ano ficou marcado por várias novidades. A ON – Orquestra do Norte juntou-se, pela primeira vez, ao Festival Internacional de Guitarra de Amarante e fez o concerto inaugural na Igreja de S. Gonçalo, a 22 de junho, com mais de trezentas pessoas rendidas ao espetáculo.

Além da participação da ON, regista-se ainda a inclusão do Festival na agenda cultural do Município de Amarante. Também pela primeira vez, realizou-se uma parceria com vários Festivais Europeus, nomeadamente com os Vencedores do Festival de Veria, na Grécia, do Festival Pittaluga, em Itália e do Festival Klagenfurt, na Áustria. Os vencedores de cada um destes festivais tocaram e encantaram em Amarante.

O Concurso de guitarra iniciou-se a 29 de junho, com quatro categorias: A,B,C e D destinadas a jovens guitarristas com idades compreendidas entre os 6 e os 16. Nos dias 4, 5 e 6 de julho tiveram lugar as categorias principais, E e F para guitarristas com idades a partir dos dezassete anos e sem limite de idade.

De 22 de junho, a 6 de julho, a cidade de Amarante acolheu o V Festival/Concurso Internacional de Guitarra. Pela primeira vez, este evento teve uma organização partilhada entre o CCA – Centro Cultural Maria Amélia Laranjeira e a Câmara Municipal de Amarante. Contou ainda com os apoios da Antena 2, da Revista DaCapo e do Porto Guitarra.
Tito Silva, o diretor artístico do Festival mostrou-se visivelmente satisfeito pela “excelência deste Festival que atrai cada vez mais músicos de todo o mundo e que em termos de qualidade técnica se pode já equiparar a outros Festivais do género”.

De Amarante para o mundo, com concertos, masterclasses, estágios e um Concurso Internacional.