Iberian Ensemble | Ciclo de Música Antiga arranca em Amarante a 2 de julho

21

O Centro Cultural de Amarante – Maria Amélia Laranjeira – CCA – é a entidade acolhedora de um Ciclo de concertos de Música Antiga do Iberian Ensemble, no âmbito de uma candidatura à Direção-Geral das Artes (DGARTES). Este ciclo de concertos estende-se até 2022 e percorre vários concelhos da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, alguns deles em Igrejas da Rota do Românico.

O primeiro concerto é já no próximo dia 2 de julho, no auditório do CCA. No dia 9 de julho realizar-se-á no Convento de Santo André, em Ancede, Baião, para depois retornar a Amarante, no dia 23 de julho, na Igreja de S. Pedro, exemplar belíssimo do barroco português.

“Em cada concerto, haverá espaço para uma abordagem junto do público, explicando o enquadramento histórico do local, repertórios selecionados e instrumentos utilizados, respondendo assim aos objetivos deste ciclo de música antiga – Programação e Desenvolvimento de Públicos”, observa Alexandre Andrade, Diretor Artístico do projeto IBERIAN EMSEMBLE que nasceu para congregar a pesquisa musicológica e a performance da música instrumental ibérica do séc. XVIII.

“Naturalmente que só podemos estar felizes pelo facto de o CCA ser a entidade acolhedora deste Ciclo de Música que nos levará a viajar pelo interior do Património, ao som da Música. Pensarmos que, através deste projeto também poderemos contribuir para a formação de novos públicos, deixa-nos muito orgulhosos do trajeto que estamos a traçar”, acrescenta Francisco Laranjeira, presidente do CCA.

Iberian Ensemble é um grupo de música antiga que dedica a sua performance histórica ao repertório dos séculos XVII e XVIII. Partindo de instrumentos da época, como a flauta barroca, viola da gamba, violoncelo barroco, cravo, os seus programas procuram evidenciar os grandes compositores de referência europeia, bem como os mestres do barroco ibérico.

Repertório:

– J. B. Boismortier (1689-1755) – Trio Sonata nº 1 e 3 op. 37

– J. C. Pepusch (1667-1752) – Trio Sonata nº 5

– C. Seixas (1704-1742) – Tocata em Sol Menor.

– D. Scarlatti (1685-1757) – Sonata em Mi menor k.81

– D. Scarlatti (1685-1757) – Sonata em Sol Maior k.91

– A. Vivaldi (1678-1741) – Sonata em Dó Maior RV 48

– J. Morel (c.1656-1728) – Chaconne em Trio

Com o apoio da Direcão Geral das Artes e Ministério da Cultura o Iberian Ensemble promove um diálogo entre as sonoridades do barroco ibérico, italiano, francês e alemão, e a arquitetura nacional de elevado interesse histórico. Além do Centro Cultural de Amarante, este ciclo conta ainda com o apoio da Rota do Românico, Comunidade Intermunicipal de Tâmega e Sousa, Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda do Mosteiro de Arouca, Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo e Diocese do Porto.

Mais informação em:

https://www.iberianensemble.pt/

https://www.youtube.com/channel/UCBlyuwRyneOkR_ru9Q1woZQ

É obrigatório o uso de máscara. Lotação limitada, em cumprimento das recomendações da DGS.