Decorreu no Centro Cultural de Amarante Estágio da Orquestra de Cordas com o Maestro Gustavo Delgado

31

Decorreu nos dias 12 e 13 de fevereiro um Estágio da Orquestra de Cordas com o Maestro Gustavo Delgado.

Gustavo Humberto Delgado 

Iniciou a sua formação musical com a sua mãe Beatriz Canarini de Delgado em piano e em violino com Elba Michelleti e Amanda Bolia. Diplomou-se como Professor Superior de Violino em Buenos Aires, Argentina. Frequentou cursos de aperfeiçoamento de Violino e de Música de Câmara com os professores Alberto Lysy, Lierjko Spiller, entre outros e mais tarde foi bolseiro no Conservatório Tchaikovski e Instituto Gnesin, em Moscovo.

Em Argentina foi Concertino da Orquestra Sinfónica Municipal de Avellaneda, da Orquestra do Conservatório Municipal Julian Aguirre e da Orquestra Sinfónica Juvenil da Rádio Nacional Argentina, integrou a Orquestra Filarmónica do Teatro Colón e a Orquestra dos Festivais de Música de Buenos Aires, onde teve a oportunidade de trabalhar com importantes diretores e solistas nacionais e estrangeiros. Fundador do Quarteto de Cordas da Universidade de Buenos Aires.

Em Portugal, onde prosseguiu a sua carreira profissional, desenvolveu e desenvolve uma intensa atividade pedagógica e artística. Leccionou Violino e Música de Câmara no Conservatório de Música do Porto e noutros conservatórios de música do país. Participou nos Encontros de Música Contemporânea da Fundação Gulbenkian, nos Festivais de São Roque em Lisboa. Participou no IºFestival de Música “João Baldi” na cidade da Guarda, Festival Raízes Ibéricas, Porto 2001 Capital da Cultura, Festival de Teatro de Almada e EXPO 98 entre outros. Participou no Festival Internacional de Música de Vallonie (Bélgica) e realizou uma tournée de concertos pelas mais importantes cidades do Brasil.

Foi distinguido pelo Presidente da Republica Dr. Jorge Sampaio como “ Personalidade da Cultura” no ano de 1999.

Exerceu funções de Diretor Pedagógico na escola Profissional de Artes de Mirandela. Fez parte da direção pedagógica do Conservatório de Música da Covilhã e mais tarde no ano de 2003 foi convidado para o cargo de Diretor Pedagógico na EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã onde permaneceu durante seis anos.

Desde 1990 desempenha ininterruptamente funções docentes na Escola Profissional de Arte de Mirandela. Membro do Grupo Síntese – Grupo de Música Contemporânea da Guarda. Maestro da OSE – Orquestra Sinfónica ESPROARTE e membro do Quarteto de Cordas Gil Teixeira Lopes.